Dicas de Saúde

Nutricionistas dão dicas de como evitar o sobrepeso e a obesidade - Dica de Saúde

No Brasil, de acordo com o IBGE, são 38,8 milhões acima do peso
A obesidade já pode ser considerada uma epidemia do século XXI. Segundo a World and Health Organization um terço da população mundial está acima do peso, um alerta oportuno na semana do Dia Nacional do Controle da Obesidade. Somente no Brasil, de acordo com o IBGE, são 38,8 milhões com sobrepeso ou obesidade, o que representa aproximadamente 22% da população.

E não são apenas os adultos que sofrem com o excesso de peso, pesquisas mostram que 28% das crianças brasileiras até os cinco anos de idade está acima do peso. Crianças que chegam aos 10 anos de idade acima do peso têm 80% de probabilidade de virar um adulto obeso.

A obesidade não é problema estético, mas sim de saúde. Diversas doenças como diabetes, doenças cardiovasculares, pulmonares e intestinais além de câncer estão relacionadas ao excesso de peso.

Entre os causadores, além de fatores genéticos, podemos destacar fatores comportamentais como o sedentarismo, maus hábitos alimentares, uso excessivo de álcool e medicamentos e fatores ambientais.

Atualmente algumas estratégias são usadas na perda de peso, entre elas a reeducação alimentar, a prática regular de atividade física, o tratamento da disbiose e da inflamação.

Confira algumas dicas elaboradas pelas nutricionistas da rede Mundo Verde Flávia Morais, Natalia Lautherbach e Thais Souza para prevenir evitar o sobrepeso e a obesidade: 
:: Procure realizar de cinco a seis refeições ao dia, em pequenas quantidades; 
:: mastigue bem os alimentos e realize suas refeições em locais tranqüilos, pois favorece o processo de digestão; 
:: não fique mais de três horas sem se alimentar, estabeleça horários regulares para realizar suas refeições; 
:: consuma variedades de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos; 
:: inicie as principais refeições pelo consumo de saladas de hortaliças, pois são fontes de fibras e promovem saciedade; 
:: beba bastante líquidos como água, chás e sucos naturais. Os sucos industrializados devem ser evitados já que contém corantes, conservantes, aromatizantes e açúcares; 
:: substitua os cereais refinados por cereais integrais, tais como: arroz, massas, biscoitos e pães integrais, pois são fontes de fibras, vitaminas e minerais; 
:: evite frituras e alimentos gordurosos, prefira as preparações cozidas, assadas, grelhadas ou refogadas; 
:: evite doces, refrigerantes, alimentos enlatados, embutidos e outros produtos industrializados; 
:: inclua na dieta quinua e amaranto, cereais integrais que são fontes de triptofano. Esse nutriente aumenta a produção de serotonina, um neurotransmissor que diminui a compulsão alimentar. Outras fontes de triptofano são: banana, damasco e açaí; 
:: A prática regular e orientada de atividade física é fundamental, pois aumenta a queima de calorias e promove uma série de benefícios à saúde. Opte por uma atividade física que lhe agrade, como caminhar, andar de bicicleta e nadar.

Lembre-se: Não existe uma dieta padrão ou uma fórmula milagrosa para perda de peso. O emagrecimento deve ocorrer de forma lenta e gradual, sendo necessário o acompanhamento nutricional por no mínimo um ano para que o indivíduo possa se adaptar a nova rotina alimentar e diminuir a dependência por alimentos gordurosos e ricos em carboidratos.

Texto extraído do jornal Zero Hora.

Procure sempre orientação médica.

primeira página 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 última página

CSPM 2018. Todos os direitos reservados | Produzido por: Agência CS Digital